lai

Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

Página Inicial Notícias II Encontro de Endometriose Profunda
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
II Encontro de Endometriose Profunda
Qua, 16 de Janeiro de 2019 12:54

alt

O Hospital Geral Dr. César Clas (HGCC), do Governo do Ceará, realiza nos dias 25 e 26 de janeiro, o II Encontro de Endometriose Profunda. O evento é realizado em parceria com o Instituto Crispi de Cirurgias Minimamente Invasiva e o Instituto de Endometriose de Fortaleza. Serão dois dias voltados para a prática da cirurgia de endometriose profunda com transmissão simultânea, ao vivo, de quatro procedimentos realizados pelo médico Cláudio Crispi, no centro cirúrgico do HGCC, para os participantes do encontro.

O objetivo do evento é divulgar e esclarecer ainda mais sobre a doença, além de proporcionar capacidade técnica em relação ao tratamento cirúrgico e permitir que mais profissionais especializados possam atuar frente aos casos que constantemente são diagnosticados. Com o treinamento, é possível oferecer diagnóstico e tratamento adequados. Para este segundo encontro, foram disponibilizadas, ao todo, 50 vagas. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

Nos dois dias do evento, serão realizados momentos de teoria e de prática. Na sexta-feira, 25, a partir das 13 horas, e no sábado, 26, de 8 às 17 horas, no Hospital César Cals, os participantes terão a chance de acompanhar a realização dos procedimentos. As pacientes que passarão pela cirurgia foram previamente selecionadas e são acompanhadas no ambulatório do HGCC.

A doença

De acordo com o médico Marinaldo Cavalcanti, a endometriose profunda tem uma média de incidência de 10% a 15% da população feminina no mundo. Os sintomas para identificação da doença são dor pélvica crônica, fluxo menstrual intenso, dor durante a relação sexual, infertilidade, entre outros. “Há um retardo no diagnóstico, que pode ser de cinco a oito anos. Daí a necessidade de treinar e capacitar o maior número de profissionais da área”, diz.

Tratamento

Para a endometriose, há dois tipos de tratamento, o clínico e o cirúrgico. O tratamento cirúrgico é indicado quando a paciente apresenta sintomas, como dores, e não melhora com o tratamento clínico, como medicação, acupuntura, fisioterapia etc. E ainda quando os exames de imagens detectam nódulos e lesões que atingem outros órgãos pélvicos, além do útero. Por isso, a atuação multidisciplinar é ideal nesses procedimentos, como atuação dos ginecologistas, coloproctologistas, anestesiologistas, urologistas.

 

Assessoria de Comunicação do HGCC
Wescley Jorge
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. / 85 3101.5323
Facebook.com/HospitalGeralCesarCals

 

Calendário

Abril 2019
D 2a 3a 4a 5a 6a S
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 1 2 3 4