lai

Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

Página Inicial Notícias Caravana da Dengue: Arruda Bastos faz alerta a 18 municípios do Cariri
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Caravana da Dengue: Arruda Bastos faz alerta a 18 municípios do Cariri
Seg, 20 de Dezembro de 2010 12:48


Alerta. Esse foi a palavra mais falada na reunião da Caravana da Dengue, na manhã desta sexta-feira, 17, em Juazeiro do Norte, com a participação de secretários de saúde dos municípios que integram a macrorregião do Cariri.  ¨O alerta é para convocar todo mundo para a responsabilidade com o controle da dengue, mas os grandes líderes dessa ação são os prefeitos e os secretários municipais de saúde. Eles não devem delegar isso pra ninguém¨, afirmou o secretário da saúde do Estado, Arruda Bastos. Ele destacou que os prefeitos têm condições de promover a intersetorialidadé no combate à dengue, comprometendo, além da saúde, as secretarias de obras, saneamento, limpeza urbana e educação nas ações de prevenção, evitando a multiplicação do Aedes aegypti, mosquito que transmite a doença.

O coordenador de promoção e proteção à saúde da Sesa, Manoel Fonsêca, que fez uma apresentação mostrando a situação da dengue no Estado e, em especial, dos 18 municípios do Cariri que estão com risco alto ou risco muito alto de epidemia em 2011, destacou quatro pontos importantes no combate à dengue e para o cumprimento do dever de casa nos municípios:  controle do vetor, mantendo os agentes de endemias mobilizados para a visita casa a casa; preparação das equipes do Programa Saúde da Família para o diagnóstico precoce da doença e, assim, evitar óbitos; reforço da intersertorialidade; e mobilização social e comunicação. ¨A comunicação, se bem focada, pautada na responsabilidade e na transparência da informação, pode mobilizar a população para adotar mais cuidados com os criadouros do mosquito e contribuir, efetivamente, para a redução de risco de epidemia ¨, disse Manoel Fonsêca.

Depois do Cariri, será a vez de Sobral receber a Caravana da Dengue no Ceará. Nesta segunda-feira, 20 de dezembro, a Secretaria da Saúde do Estado vai reforçar o controle integrado da dengue para reduzir ao máximo o risco de epidemia em 24 municípios da macrorregião de saúde de Sobral que apresentam risco alto e muito alto de epidemia da doença em 2011. A reunião do secretário da Saúde do Estado, Arruda Bastos, com os secretários de saúde dos 24 municípios e dos coordenadores e técnicos das Regionais de Saúde acontecerá das 14 às 17 horas, na Escola de Formação em Saúde da Família Visconde de Saboia, Avenida John Sanford, 1320, Junco.

O Ministério da Saúde elaborou uma nova ferramenta para avaliar o risco de epidemias de dengue nos estados e municípios brasileiros. Denominada de “Risco Dengue”, a metodologia utiliza cinco critérios básicos: incidência de casos nos anos anteriores, índices de infestação pelo mosquito Aedes aegypti, tipos de vírus da dengue em circulação, cobertura de abastecimento de água e coleta de lixo e densidade populacional. A nova metodologia reforça o caráter intersetorial do controle da dengue e permite aos gestores locais de Saúde intensificar as diversas ações de prevenção nas áreas de maior risco. Os municípios identificados como de risco alto e risco muito alto estão sendo orientados sobre a adotar ações para maior controle da dengue.

Dos 184 municípios cearenses, 41 estão classificados com risco alto de epidemia no próximo ano e 45 com risco muito alto. Na macrorregião de Sobral, são classificados como de risco alto os municípios de Barroquinha, Chaval, Coreaú, Forquilha, Jijoca de Jericoacoara, Martinópole, Morrinhos, Senador Sá e Tamboril. Com risco muito alto estão classificados os municípios de Camocim, Crateús, Granja, Independência, Ipaporanga, Marco, Massapê, Monsenhor Tabosa, Moraújo, Mucambo, Novo Oriente, Santa Quitéria, São Benedito, Tianguá e Ubajara.

Este ano, o Ceará tem 12.373 casos confirmados de dengue em 124 municípios. Há 19 óbitos confirmados. Desse total, seis por dengue hemorrágica e 13 dengue com complicação.


> Acesse aqui o último Informe Semanal da Dengue.
 

Calendário

Maio 2021
D 2a 3a 4a 5a 6a S
25 26 27 28 29 30 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31 1 2 3 4 5